Educação e Família

Quando eu partir…
Reflexões após 3 velórios em menos de um mês.

Acredito piamente que “É melhor ir a uma casa onde há luto do que a uma casa em festa, pois a morte é o destino de todos; os vivos devem levar isso a sério”!

Na casa onde há luto é um espaço propício para refletirmos nossa fugaz existência.
Retomar questões internas importantes como:

– Por que estou aqui?
– Para onde eu vou?
– O que estou fazendo com meus dons e talentos?
– De que forma estou servindo a Deus?

Não costumo chorar facilmente, mas meu coração e minha alma se sensibilizam muito por dentro.

Infelizmente a morte é um tabu pra muitas pessoas. Mas eu não tenho nenhum problema em falar sobre o tema.

Preocupações, futilidades, carro de luxo, roupas caras demais, nos levam a crer que a vida é muito mais do que isso! A vida é um sopro! E ao pó da terra voltaremos.

Aproveito o momento para pensar no dia da minha partida. Porque essa é a única certeza que tenho desde o dia do meu nascimento: eu vou morrer!

Conforme está escrito no Salmo 139, os números dos meus dias já foram estipulados pelo Senhor!
“Os teus olhos viram o meu embrião; todos os dias determinados para mim foram escritos no teu livro antes de qualquer deles existir”.

Sei que amanhã terei um dia a menos!

Quando eu partir quero que minha ida seja uma verdadeira celebração!
Quero que haja um culto de despedida na igreja onde congrego.

Anseio que meus amigos, parentes e conhecidos testemunhem a meu respeito: Momentos que passamos juntos, fatos marcantes…
Por que seu não for capaz de ter marcado a vida de ninguém, eu não cumpri parte do meu objetivo de vida!

Depois, gostaria que o meu pastor pregasse intrepidamente a Palavra da verdade, e que faça o apelo no final!
Que grande dia para entregar a vida e o coração a Cristo! O momento ideal de ter a certeza de saber pra onde se vai!

Findado esse momento, desejo que haja um grande coro para exaltar e engrandecer a soberania de Deus!

Enquanto isso, meu espírito estará com meu Salvador! Na eternidade…

Deus promete vida eterna a todo aquele que crê nele. A morte não é o fim! A morte física existe por causa do pecado mas Deus enviou Jesus para levar o castigo por nós. E quem O aceita como seu Salvador e o segue viverá para sempre. Podemos refletir nossa esperança de uma eternidade perfeita com Deus agora, nas coisas que fazemos. Podemos começar já a viver um pouco mais como viveremos na eternidade: puros e revestidos de amor e santidade.
Ana Karina Paganini

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário