Educação e Família

A partir de hoje, fica instituído aqui no meu blos, que às sextas-feiras eu vou pra Pasárgada!

Quem quiser, pode viajar comigo!

Vamos?

.

.

“Vou-me embora pra Pasárgada” é um grito de liberdade! É o título de um poema escrito por Manuel Bandeira.

O poeta tuberculoso ressalta o anseio de uma fuga para um lugar melhor, como forma de escapar da sua realidade. Essa fuga seria uma metáfora para a liberdade!

 

Com o desejo de viver uma vida ativa que a doença o privou de ter, Manuel criou esta cidade em busca de um lugar onde pudesse viver livre das obrigações e das limitações em sua vida. E esta cidade imaginada por ele, transcendeu a própria poesia e se tornou um lugar onde a vida é melhor.

Veja um pequeno trecho do poema:

“Vou-me embora pra Pasárgada

Lá sou amigo do rei

Lá tenho a mulher que eu quero

Na cama que escolherei

Vou-me embora pra Pasárgada

Vou-me embora pra Pasárgada

Aqui eu não sou feliz

Lá a existência é uma aventura

E como farei ginástica

Andarei de bicicleta

Montarei em burro brabo

Subirei no pau-de-sebo

Tomarei banhos de mar!

E quando estiver cansado

Deito na beira do rio

Vou-me embora pra Pasárgada

Em Pasárgada tem tudo

É outra civilização”.

Manuel Bandeira

Pra você que não entendeu: Poesia a gente sente!

.

.

#pasargada #manuelbandeira #euvouprapasargada #poesia #poeta #sonhar #sonhos #viagem #sextafeira #friday #anakarinapaganini

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário